Sorry

Imagem

Olhei bastante tempo para a foto. “The girlfriend of Chelsea owner Roman Abramovich has said sorry after sitting on a chair made to look like a half-naked black woman on Martin Luther King Day”. Sim, Dasha Zhukova disse “sorry”. E disse mais: “I utterly abhor racism, and would like to apologise to anyone who has been offended by this image”.

Tudo bem, Dasha, tudo bem. Todos nós que detestamos o racismo podemos um dia cometer o deslize de sentar numa “cadeira” que somente o racismo explica? É melhor continuar olhando a foto. Tentar juntar na cabeça as informações todas. O olhar tranquilo. As roupas básicas. As mãos calculadamente pousadas. O quadro simpático ao fundo. Não fosse pela cadeira, nem mesmo o mobiliário denunciaria que ali está a namorada de Roman Abramovich. Tudo tão simples, tão limpo.

Aliás, Roman não é apenas o dono do Chelsea. É também do CSKA, além de alguns barcos e aviões que nem mesmo o mais otimista dos cantores do Funk Ostentação imagina ter um dia. Mas Roman também sofre com infinitas acusações de que sua fortuna (um pouco mais de 12 bilhões de dólares) começou e se multiplicou de modo pouco elogiável: desvios, subornos, chantagens, sonegações, contrabandos, um conjunto de travessuras (sorry!) que fez Roman saltar dos processos de privatização soviéticos para os mais altos degraus da lista da Forbes.

O namorado de Dasha não nega tudo, mas também não chega a se preocupar com as acusações. Lá do alto de sua fortuna, Roman deve mandar, como uma Valeska Popozuda elevada a potências inimagináveis, o seu “beijinho no ombro” para os invejosos. “Late mais alto que daqui eu não te escuto”. Fico imaginando que tipo de costumes lá do camarote fazem com que uma mulher-cadeira – negra e amarrada – não tenha despertado em Dasha, antes de sentar, deixar-se fotografar e publicar a imagem, o seu proclamado ódio ao racismo… Escapou? E é bem provável que Dasha já tenha esquecido do episódio, tão rapidamente quanto apagou do Instagram a foto. Ora, o que é a consciência comparada ao Instagram?

Pena, pena mesmo é que hoje em dia esse povo das redes sociais e blogs não para de xingar quando dizemos “sorry”. Gente chata, gente que descontextualiza, gente que insiste em manter circulando esses assuntos incômodos, como se fosse um absurdo decorar a sala com um objeto em forma de mulher negra subjugada depois de tantos séculos em que mulheres e negros não puderam ser mais do que objetos. Pura inveja, pura maldade. Pobre Dasha.

 

Mirror: http://www.mirror.co.uk/news/world-news/roman-abramovich-girlfriend-dasha-zhukova-3046971#.UubMjtJTtp8

Anúncios

2 comentários sobre “Sorry

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s