Sobre as eleições

Recolho aqui, para salvar da desmemória do facebook, postagens que fiz sobre o segundo turno da eleição presidencial (e deixo de fora algumas que me parecem menos relevantes…), completando uma conversa que, abaixo, ocupou este blog por um tempo e também o deixou meio desocupado de outras coisas… Estou de volta.

[20/10] Raduan Nassar escreveu “Lavoura arcaica” (1975), “Um copo de cólera” (1978) e os contos de “Menina a caminho” (1994). A força absurda desses três pequenos-imensos livros foi o suficiente para colocar Raduan entre os grandes escritores brasileiros, reconhecido aqui e no mundo todo, bem como para grudar nos leitores, ao lado da admiração, uma imensa pulga atrás da orelha por conta de seu “exílio”: nada mais publicou, quase não aparece em público. Pois não é que o segundo turno fez Raduan voltar a se manifestar!? Vale a pena ouvir: https://www.facebook.com/video.php?v=293133060891840

[21/10] Vendo os resultados das pesquisas mostrarem uma tendência previsível e tentando entender o que dá mais votos para Aécio: tentar colocar a culpa pela falta d’água no governo federal (mas não era a seca, Geraldo?) ou colocar um áudio da Dilma dizendo elogios protocolares ao tucano em 2009? Temos visto muitos absurdos dos eleitores de Aécio por aí, mas não consigo imaginar algum deles dizendo “vou votar no Aécio porque a Dilma deixou faltar água em SP” e ainda menos “vou votar no Aécio porque a Dilma o elogiou”… Essas pautas frágeis parecem mesmo confirmar a impressão de que o PSDB, na falta de coisa melhor, escolheu para carro-chefe de sua campanha a rejeição ao PT e Dilma, mas talvez não esperassem perder campo aí também (as mesmas pesquisas mostram que a rejeição de Aécio subiu e ultrapassou a de Dilma, que caiu mais) e agora não sabem bem por onde recomeçar… Falta pouco.

[23/10] O que mais anima a gastar energia com os debates nessa reta final da eleição, que ainda vai ser muito dura, é ter convicção de estar do lado daqueles que estão escolhendo, dentre as alternativas disponíveis, aquela que é melhor não apenas para quem a defende, mas também para quase todos que a atacam.

[24/10] VEJA TEM RAZÃO. Na verdade, acho bem leviano da minha parte comentar a revista tendo visto apenas a capa, mas pela primeira vez creio que vou concordar com a Veja. Não li e já gostei. Na capa, Dilma e Lula com aquela cara de “eu sei o que vocês fizeram no(s) mandato(s) passado(s)” e a porrada: ELES SABIAM DE TUDO. Enfim, a Veja descobriu que Lula e Dilma sabiam de tudo. SABIAM MESMO! Não tenho dúvida. SABIAM que no Brasil havia tanta miséria que um programa como o Bolsa Família seria capaz de mudar a realidade de uma infinidade de municípios e irradiar riqueza onde não havia. SABIAM que o déficit habitacional combinado com a especulação imobiliária e a sanha dos bancos privados jamais resultaria em algo parecido com o atendimento do direito à moradia, daí a necessidade de comprar a briga do Minha Casa, Minha Vida. SABIAM que pra resolver um dos gargalos do crescimento econômico seria necessário investir em qualificação de mão de obra em todos os níveis, com programas como o ProUni e o Pronatec, além da criação de escolas técnicas e universidades federais que, em pouco tempo (podem me cobrar), vão ser motivo de orgulho para todos nós que apostamos que a educação é o melhor caminho. SABIAM que o problema da saúde no Brasil não seria resolvido com os médicos concentrados nos centros urbanos e criaram o Mais Médicos. Ah, sabiam mesmo. Sabiam, sabiam e sabiam de tudo: não tem como negar. E, pelo jeito, há bem mais gente no Brasil que sabia dessas coisas e agora sabe reconhecer quem merece um voto nesse segundo turno. (Mas o que achei legal mesmo foi a fitinha no alto da capa anunciando um “Especial Água”, com 20 páginas, explicando que “a escassez vai ser um fantasma permanente no Brasil e no mundo”. Depois tem gente que diz que nossa imprensa deveria declarar voto: mais?)

[24/10] Estão dizendo por aí que Aécio, no debate de hoje, vai levar a Dilma pro corner e bater até o nocaute. Não sei, não… No meu sonho acordado, logo depois do primeiro soco, de dentro da Dilma dos discursos presidenciais sairia a Dilma do vídeo abaixo (INCRÍVEL!) e ela nunca mais voltaria para dentro do terninho da presidenta e os próximos quatro anos seriam nesse nível. Faca nos dentes. (“Sonhos sonhos são”, como cantarola, aliás, um eleitor da Dilminha.)

[24/10] Esta rolando por aí uma resposta oficialmente cínica da Veja ao que foi dito pela Dilma hoje, dai eu me lembrei de uma lição que já circulou por aqui: “Veja: se encontrar, não compre; se comprar, não leia; se ler, não acredite; se acreditar, relinche”. Mais ou menos isso.

[24/10] E bem que a turma do facebook podia usar toda sua criatividade para criar uma ferramenta que colocasse um balão dizendo “votei no Geraldo” ao lado da fotinho de quem anda defendendo, curtindo, compartilhando o discurso da “alternância de poder”, mas achou normal o que aconteceu em SP. Sou mais aqueles que dizem que agora, na presidência, é hora de “manter (a presidente) para mudar (o país)”, não de “mudar (a presidente) para manter” ou retroceder ao país que começamos a ver mudar. Uma dica: não se deixem levar pelas formas (alternância pela alternância); deem uma olhada no conteúdo do poder.

[26/10] MINHAS 13 RAZÕES PARA VOTAR DILMA
1. doze anos em que pudemos acreditar que a história deste país poderia ter sido diferente e, principalmente, que o futuro pode ser melhor ainda
2. doze anos em que aprendemos, na prática, que um governo que beneficia os mais pobres cria condições melhores para toda a sociedade
3. doze anos de ataque à fome e à miséria que já considerávamos naturais
4. doze anos de investimento na educação em diversos níveis, com programas incríveis como o ENEM, o PROUNI, o PRONATEC, a criação de escolas técnicas e de universidades federais, acessíveis a todas as camadas da população
5. doze anos em que um governo, com tantos problemas e tantos desafios, não criou obstáculos para a atuação de quem o fiscaliza e pune
6. doze anos de investimento em moradia, que vai do MINHA CASA MINHA VIDA às diversas facilidades de financiamento que beneficiaram outras classes, passando pela construção de casas populares em todo o país
7. doze anos de fortalecimento do SUS, que culminam no extraordinário MAIS MÉDICOS, levando atendimento a parcelas da população até então desprezadas
8. doze anos de estímulo à criação de empregos que chegam agora à marca histórica de 4,9%
9. doze anos em que o salário mínimo aumentou em 61% o seu poder de compra
10. doze anos que nos autorizam a acreditar que as propostas de Dilma para os próximos 4 são viáveis e estão vinculadas ao desenvolvimento das diversas políticas econômicas e sociais que caracterizam os governos Lula e Dilma
11. doze anos que mostraram que os governos de direita não são capazes e não têm interesse em assumir os compromissos de que o Brasil precisa no enfrentamento de seus problemas mais urgentes
12. doze anos que me deram a certeza de que meus filhos chamarão de Brasil algo totalmente diferente – e melhor! – do que o Brasil em que cresci
13. doze anos que não deixam dúvida de que o melhor agora é TREZE
MANTER PARA O BRASIL MUDAR
Bom Dilma pra vocês.

[26/10] Pronto. Os brasileiros decidiram: mais 4 anos de um governo seguramente melhor do que qualquer governo tucano. Agora temos o dever de usar a força ao nosso alcance para torná-lo o melhor possível, até mesmo para chegar às próximas eleições tendo que escolher entre avanço e avanço, não entre avanço e retrocesso.
Parabéns para todos que aproveitaram esses tempos para se informar, debater e entender o que é melhor para o país, tomando sua decisão de modo sério, mesmo que não tenham votado em Dilma. Aprender é mais importante que votar.
Por outro lado, você aí que jogou sujo, apostando em preconceitos e mentiras, bem que merecia sofrer as consequências disso, mas fique tranquilo: tem gente bem mais generosa que você neste país e o governo que escolhemos vai ser melhor pra você também. Se desistir de Miami, fique à vontade: a casa é sua.
E sempre tem muita coisa pra arrumar.

[27/10] Foram 54.499.901 votos para Dilma e 51.041.010 para Aécio. Não sei em quem você votou, mas caso você agora esteja desejando a morte ou coisa parecida dos que estão do outro lado, peço sinceramente um favor: desfaça a amizade comigo, não só do Facebook. Não faço questão de dar a mão para você. Não é para você que eu escrevo, não é com você que eu quero compartilhar nada – nem aqui, nem em lugar algum. Os problemas do Brasil são grandes e vamos precisar de quem queira o bem do país e de todas as pessoas. Por aqui, vou continuar acreditando que há problemas mais prioritários que outros, avaliando qual solução considero ser a melhor e defendendo um dos lados. Não esperem coisa melhor de mim.

[28/10] A coisa por aqui continua terrível. Tem até uma turma mobilizando, pelo whatsapp, o impeachment da Dilma com “fundamento” em capa da Veja, tudo porque têm certeza de que seu voto vale mais do que o daqueles todos que a reelegeram. É normal que quem tem um mínimo de caráter fique revoltado com as ofensas, mas, cá entre nós, há uma grande parcela de inocência nessa nossa revolta. Ou vocês achavam que seria fácil fazer avançar um país em que cada vez mais há gente que considera normal comprar joias para cachorro, mas diz que é absurdo recolher o INSS de quem trabalha na sua casa? Preparem-se.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s