Sobre viventes

Coisa do nosso tempo: um abrigo subterrâneo, com salas de cinema, ginástica etc., em que 34 famílias poderão se proteger de armas químicas, tsunamis, “social anarchy” ou, quem sabe, o fim dos tempos. Se tiver interesse, entre aqui: terravivos.com.
É de se pensar qual seria o maior problema: TER ou NÃO TER milhões de dólares para se esconder enquanto uma catástrofe atinge o ~resto~ da humanidade?
Pode ser apenas a cópia para o mundo real daquilo que o cinema americano tantas vezes já simulou (tanto a destruição da terra quanto a sobrevivência a ela) ou mesmo a versão extremada dos condomínios fechados que encontramos em cada esquina, ou outra forma de dizer “vou pra Miami” ou nossa mania de Arca de Noé, mas é assustador demais pensar o momento em que – finda a catástrofe, afastada a ameaça – essas 34 famílias voltarão para a superfície e começarão a decidir como vai ser feito um novo mundo.
Este é o nó: que mundo será pensado por aqueles que podiam pagar milhões de dólares para sobreviver à destruição de outro mundo de que eles tiraram o fruto mais cobiçado? Suspeito que a resposta que daríamos hoje não se confirmará depois de uma imensa catástrofe, mas talvez ajude a entender nossas tantas catástrofes cotidianas.

http://www.dailymail.co.uk/news/article-3123296/The-ultimate-doomsday-escape-California-entrepreneur-builds-1billion-luxury-underground-bunker-tiny-German-village-millionaires-event-apocalypse-survivors-live-year-without-leaving.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s