Marielle: duas notas

FB_IMG_1521082379896

(1) Temos – tenho – falado muito de poesia aqui e por aí. Ontem, no debate sobre poesia e política, falei que me incomodava muito esse momento de “sinal trocado”: uma animação tremenda na poesia, na poesia mais francamente política e em todas as outras, e um desânimo terrível com a política mesmo, sem qualquer esperança que venha do campo político, principalmente institucional e partidário. Lá pelas tantas, Alice Ruiz usou uma expressão que me ajudou a pensar um pouco melhor tudo isso: a poesia como legítima defesa. Um florescimento da poesia como reação à barbárie. Mas não temos mais direito à metáfora: a morte, agora, é morte mesmo. Corpo no chão. Sem rima, sem dó. A legítima defesa também tem que ser outra. Vamos precisar, sempre precisamos, ir além da militância da poesia, dos livros, das ideias e dos sonhos. A barbárie vai fechando o cerco.

 

(2) Uma morte brutal e brutalmente significativa neste momento. Marielle Franco simbolizava um desses respiros democráticos construídos com imensa dificuldade e atacados diariamente. Mulher, negra, jovem, mãe, nascida na Maré, Marielle venceu o caminho difícil (ainda mais difícil para mulheres e negras e jovens e mães e pobres) de estudar, trabalhar, militar, ser eleita vereadora com 46.502 votos por um partido de esquerda, pequeno, que geralmente está na contramão de tudo que é podre na política deste país. Lamentavelmente, sua execução é uma vitória do que é podre. Um ataque a tudo que ela representava e fazia: mulher, negra, pobre, de esquerda, em defesa dos direitos humanos. Sua morte é mais que um recado. É um outro golpe. É um apagamento. Espécie de retomada de território por aqueles que não admitem que Marielles possam existir politicamente. Aqueles que não admitem que Marielles possam existir fora dos papéis que eles mesmos definam. Aqueles que não admitem que Marielles possam existir. Ponto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s